Suicídio: apenas o começo de novos problemas

31/05/2015 19:09

por Thiago Mariz*

O suicídio é um dos maiores crimes que podemos cometer aos olhos de Deus. Várias religiões, inclusive o Espiritismo, condenam esse ato que traz consequências desastrosas para a vida do indivíduo.

No mundo em que vivemos os problemas fazem parte da vida de todos, em maior ou menor grau. O que nos diferencia é a forma como encaramos os problemas e a própria vida. Para quem é materialista e crê que somente há essa existência a vida tem muito pouco valor. Para a Doutrina Espírita isso não é verdade. Todos nós temos uma história com várias vidas e essa, certamente, não será a última. Por isso cometer o suicídio é interromper bruscamente os desígnios de Deus. Nesse caso a culpa e o remorso serão sentimentos muito presentes, pois a morte física não é o fim da vida e após ela continuamos como sempre fomos: com as mesmas vontades, os mesmos desejos e a mesma forma de encarar as coisas. Segundo "O Livro dos Espíritos", de Allan Kardec, "as conseqüências do suicídio são muito diversas: não há penas fixadas e, em todos os casos, são sempre relativas às causas que o provocaram. Mas uma conseqüência à qual o suicida não pode fugir é o desapontamento. De resto, a sorte não é a mesma para todos: depende das circunstâncias. Alguns expiam sua falta imediatamente, outros em uma nova existência que será pior que aquela da qual interromperam o curso".

Para a Organização Mundial de Saúde cerca de um milhão de pessoas se matam todos os anos no mundo. Em nossa região, segundos dados extra-oficiais, de três a quatro pessoas tentam suicídio todos os dias. Esse é um número muito alto que deve ser vencido. Para tanto é preciso que cada um entenda que seus problemas não serão eternos. Quem crê em Deus como um ser justo e perfeito entende que as dificuldades são muitas vezes uma dívida que contraímos e que temos a obrigação de saldá-la. Coragem sempre e crença no sol que vem após a tempestade fazem a diferença.

* Thiago Mariz é coordenador do Departamento de Comunicação Social do 15º CRE MG